Os maiores influenciadores de moda e lifestyle do Brasil

Assistimos “Nasce Uma Estrela” e saímos do cinema aos prantos!

No último sábado a gente resolveu que era um bom dia pra todo mundo aqui no Studio chorar bastante. Fomos ao cinema assistir “Nasce Uma Estrela”, filme estrelado por Lady Gaga e Bradley Cooper, e não exageramos no título: saímos mesmo aos prantos!

Essa versão de “Nasce Uma Estrela” é mais um remake do filme lançado em 1937 e conta a história dos cantores Ally e Jackson Maine. Jackson já é um artista renomado, mas que enfrenta problemas com drogas e alcoolismo. Ele descobre Ally em um bar, acredita no seu potencial como cantora e enquanto vivem um romance, a carreira dela ascende e a dele enfrenta uma decadência por causa de seus vícios. 

É claro que todo mundo vai assistir o filme pensando “omg é a Lady Gaga ali”. Inclusive, este é o primeiro papel dela no cinema e a primeira coisa que você percebe é que não é a Lady Gaga naquela papel. A gente está acostumada a ver os looks excêntricos, o cabelo quase platinado, as apresentações grandiosas… Aí em “Nasce Uma Estrela” a gente vê uma Gaga discreta.

Em várias entrevistas a cantora disse que fez de tudo para encarnar a Ally e deixar todo o poder da Gaga de lado para que a personagem não tivesse nada – além do talento para a música – de sua vida real nos palcos. Ela está tão bem no papel, mas TÃO BEM, que parece já atuar há anos!

Além de estrelar o filme ao lado de Gaga, Bradley Cooper também é o diretor de “Nasce Uma Estrela”. Deve ser difícil desempenhar os dois papéis, né? Do nosso olhar leigo, ele fez os dois muito bem. A química entre os personagens é absuuuurda e é uma delícia observar como ela vai se construindo desde o primeiro momento em que se conhecem, sabe?

E nessa química tem também o crescimento de Ally junto a decadência de Jackson. É tão notável, tão forte… A gente vai acompanhando e sofrendo junto em cada cena. Por isso tanto chororô! É a emoção dos dois se conhecendo, dela, uma simples garçonete, se tornando uma estrela, a tristeza do vício na carreira de Jackson, o romance e a química entre os dois. Tudo isso fazendo com que a gente assista o filme com o coração bem apertadinho. 

Ah, é claro que a gente não pode deixar de falar sobre as músicas de “Nasce Uma Estrela”. Saímos do cinema pensando se o filme seria indicado ao Oscar neste ano e pensamos logo na categoria de melhor trilha sonora. É daquelas que você vai ficar ouvindo por um bom tempo.

O negócio desse filme é esse: você fica pensando nele depois de assistir. Parece que você vai embora sentindo compaixão pelos personagens e fica com aquilo na cabeça.

“Nasce Uma Estrela” estreou na quinta passada, então vai ficar em cartaz pelas próximas semanas ainda. A nossa dica está dada: não deixe de assistir. A gente aposta que você vai sair com o a carinha inchada de tanto chorar, especialmente nas cenas finais.

Se já assistiu o filme, não deixe de comentar aqui embaixo o que achou!

O post Assistimos “Nasce Uma Estrela” e saímos do cinema aos prantos! apareceu primeiro em Lu Ferreira | Chata de Galocha!, e é de autoria de Redação Chata de Galocha.

Deixar Comentário