Os maiores influenciadores de moda e lifestyle do Brasil

João Pimenta (feminino) desfila na semana de moda de SPFW N46; veja as fotos!

João Pimenta criou uma coleção 100% algodão, o que significa que não teve nem zíper ou botão, nada que não fosse algodão. Para isso, ele contou com o apoio da Sou de Algodão e de cooperativas que desenvolvem materiais especiais a partir da fibra.

Um deles é o que João chama de couro vegano por sua aparência, mas na verdade, na Amazônia, ele é chamado de Guardião da Floresta e é feito pela Cooperflora. O Guardião é produzido dentro da mata e fica 15 dias ao relento pra aplicação de látex extraído da árvore. “Esse produto, se descartado, desaparece em três anos”, explica João ao receber o FFW no backstage. O material parece couro mesmo e enriqueceu a coleção com sua textura mais lustrosa (e em lindas cores).

Mas o processo não foi assim tão fácil na sua totalidade. Quando a sarja chegou em seu ateliê, bateu um pânico: “como vou fazer paletó e vestido de festa com sarja?”. Em vez de amarelar e desistir, ele foi ainda mais a fundo: desenhou vestido sereia, babados e mangas bufantes – “tudo o que a gente morre de medo” – e construiu esses looks no tecido que é normalmente usado pra fazer vestimentas mais simples, como uniformes. Alguns peças construídas em moulage foram feitas por alunos do Senac, onde Pimenta é consultor criativo.

A coleção é um exercício de volume, contrapondo o peso do tecido com a leveza conquistada pelos recortes e amarrações. Também é um equilíbrio da estética de João, que conhecemos desde que começamos a acompanhar seu masculino (peso, volume, construção) com uma nova leveza, um momento mais arejado.

Essa coleção é, de certa forma, política. A personagem que ele criou em sua cabeça é uma índia transportada para um mundo urbano – por isso os tênis Reebok nos pés das modelos. O casting é quase inteiramente negro ou mestiço e muitas peças são feitas com a colaboração de assentamentos. Sem falar que ainda radical é no sentido de ser inteira de algodão, sem nenhuma margem para recuos. “O Brasil é um dos maiores produtores de algodão do mundo. Vamos usar nosso produto. É coerente que as mulheres olhem pra essa fibra”, diz.

Por isso não fez sentido que a atriz Camila Queiroz tenha fechado o desfile. Explica-se: Camila é a nova embaixadora da Reebok, marca parceira do estilista, que lançou em seu desfile um novo modelo de tênis, o Pump Supreme. Essas amarrações são comuns e não há nada de errado com isso. Porém, Camila não representa a história que João contou hoje na passarela. (Camila Yahn)

O artigo João Pimenta (feminino) desfila na semana de moda de SPFW N46; veja as fotos! foi publicado pelo FFW.

+ Confira outros artigos no FFW

Deixar Comentário